As principais metas do CONSELHO DELIBERATIVO DA IMOBILIZAÇÃO ORTOPÉDICA DO BRASIL são as seguintes:

1) CRIAÇÃO DO PRIMEIRO BALCÃO NACIONAL DE EMPREGOS, CONCURSOS PÚBLICOS E ESTÁGIOS COLABORATIVOS, EXCLUSIVO DA IMOBILIZAÇÃO ORTOPÉDICA NO BRASIL.

Esta meta visa facilitar para os Profissionais da área e para os Empregadores, disponibilizando um Banco de Dados exclusivo de Profissionais da Imobilização Ortopédica para as Empresas e vagas atualizadas disponibilizadas diretamente pelas Empresas ou enviadas pelos próprios Profissionais de todas as partes do Brasil.

2) ATUALIZAÇÃO DO PERFIL DE COMPETÊNCIAS E ATRIBUIÇÕES DO PROFISSIONAL DE IMOBILIZAÇÃO ORTOPÉDICA EM RELAÇÃO À SUA ATUAÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO HOJE.

O perfil de competência do Profissional da Imobilização Ortopédica está desatualizado e não atende mais adequadamente às demandas do Mercado de Trabalho. Consequentemente, as instituições de Ensino têm dificuldade para criação de uma Grade Curricular adequada para os cursos, tendo em vista a falta de regulamentação ou regulação mínima da área, o que dificulta tanto a criação de cursos de qualidade que atendam às necessidades do setor, quanto à inserção destes Profissionais nas oportunidades de trabalho que surgem na área.

3) CRIAÇÃO DE UM GRUPO DE TRABALHO NACIONAL PARA ESTABELECER DIÁLOGO IMEDIATO COM O PODER PÚBLICO E A INICIATIVA PRIVADA, CONTANDO COM A PARTICIPAÇÃO DAS ENTIDADES DE CLASSE REGULARES E ATUANTES, NO SENTIDO DE PROPOR E IMPLEMENTAR AÇÕES CONCRETAS, TAIS COMO, TERMOS DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA, DEMANDAS JUDICIAIS OU ADMINISTRATIVAS NECESSÁRIAS PARA A REGULAMENTAÇÃO NO ÂMBITO MUNICIPAL, ESTADUAL OU FEDERAL DA NOSSA PROFISSÃO.

A exemplo do que ocorreu em 2007 quando o Ministério da Saúde instituiu o Grupo de Trabalho por meio de uma Portaria para elaborar uma proposta de regulação da atividade Profissional de Técnico em Imobilização Ortopédica e houve Termo de Ajustamento de Conduta, bem como reuniões com o Ministério Público e o COFEN, visando a regulação da nossa ocupação, queremos provocar mais iniciativas neste sentido, corrigindo pontos que podem ser explorados com êxito no sentido de alcançar nossos objetivos.

4) CRIAÇÃO DE UM SELO DE QUALIDADE PARA CURSOS, INSTITUIÇÕES DE ENSINO, EMPRESAS, ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE, BEM COMO MATERIAIS E ITENS RELACIONADOS À IMOBILIZAÇÃO ORTOPÉDICA NO PAÍS, POIS SÃO PONTOS QUE PRECISAM DE URGENTE ELEVAÇÃO DA QUALIDADE PARA AVANÇO DA PROFISSÃO NO BRASIL.

Infelizmente a falta de regulamentação tem dificultado muito a melhora do nível de qualidade e a valorização da Imobilização Ortopédica no País. Perseguimos essa meta, porque entendemos que na ausência de regulamentação, pode servir como um referencial e contribuir neste sentido, uma vez que o Selo de Qualidade Nacional da Imobilização Ortopédica está sendo pensado a partir de Padrões e Normas de Certificações Internacionais, como por exemplo ISO 9001